Posts tagged colágeno hidrolisado

Tomar gelatina para firmar a pele adianta?

Gelatina é a mesma coisa que colágeno?

Cápsulas

Acho que toda mulher nasce sabendo que precisamos de colágeno para a pele estar firme. E que depois de 25 ou, na melhor das hipóteses, 30, começamos a perdê-lo. A partir dos 50, isso se acelera drasticamente e a pele se modifica muito, principalmente nas estressadas, fumantes e que abusam do sol. A mulher percebe flacidez, rugas e celulite. Ou seja, envelhecemos. Duro, não é?

Aquelas mais antenadas e que querem manter o corpo firme e o rosto jovem por mais tempo, aderiram ao colágeno hidrolisado há tempos. E parece mesmo que funciona. O colágeno é barato, prático, fácil de encontrar e não tem contraindicação.

Extraído do osso e da cartilagem do boi, ele tem suas proteínas quebradas (“hidrolisadas”) para facilitar a absorção, por isso, é chamado de “colágeno hidrolisado”. É vendido pronto, em cápsula ou em pó. A primeira opção é mais prática. Eu adoro. A segunda, para fazer suco ou shake, tem a vantagem de proporcionar saciedade. Para sentir na pele os efeitos do colágeno, você precisa consumir todos os dias. Os primeiros resultados podem ser percebidos após 2 ou 3 meses de uso.

Mas como escolher o suplemento na hora de comprar? Compare quantas gramas de colágeno o produto tem por unidade (em cada cápsula ou em cada 10 gramas de pó). Prefira os que tem mais de 8 gramas em cada cápsula ou em cada 10g de pó. E os que já têm vitamina C junto, porque ela aumenta a absorção do colágeno.

Boas opções:

Gelamin: tem 8 gramas de colágeno em 10 gramas do pó, além de vitaminas A e C.

Gelape: tem 8 gramas em 10 gramas do pó, mais 24 vitaminas e sais minerais.

Sanafit Colágeno: tem 9 gramas de colágeno em 10 gramas do pó, além de zinco e vitaminas A, C e E.

Perfect Care Collagen: tem 12,5g de colágeno por cápsula, que também é enriquecida com vitamina C.

Para quem tem até 20 anos, essa suplementação não é necessária. Basta ingerir alimentos ricos em proteínas de origem animal (carne vermelha, frango, peixe), associados aos que têm muita vitamina C (laranja, limão, melão, caju, kiwi, acerola e goiaba) e vitamina E, selênio e zinco (avelã, amêndoa e castanha-do-pará).

E a gelatina? A gelatina da sobremesa só tem 10% de proteína, não servindo como suplementação. A gelatina em cápsula é colágeno puro, mas não hidrolisado, sendo menos eficiente por ter menor absorção. Portanto, prefira suplementar com colágeno hidrolisado.